pessoas sentadas em agência da Caixa Econômica esperando serem chamadas
Divulgação CEF. Foto: Ana Nascimento

Se você contribuiu para a Previdência Social até 1988 pode ter direito. Veja uma dica para sacar um valor maior no final do texto.

A partir de segunda-feira, 18 de junho, beneficiários que têm direito ao saque do PIS-Pasep com mais de 57 anos poderão retirar o dinheiro nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF) e Banco do Brasil (BB). Podem receber dinheiro trabalhadores públicos e privados que contribuíram para os fundos até 4 de outubro de 1988 e que não tenham resgatado o saldo. Quem passou a contribuir para a Previdência Social depois desta data, não tem direito.

O Governo espera que R$ 39,52 bilhões sejam liberados para 28,75 milhões de pessoas. A medida provisória foi aprovada em maio pelo Senado e sancionada pela Presidência da República na última quarta-feira, 13 de junho. A CEF e o BB estabeleceram o seguinte calendário para os saques:

  • 18/06 a 29/06 – beneficiários com mais de 57 anos.
  • 30/06 a 07/08 – suspensão nos pagamentos.
  • 08/08 a 28/09 – correntistas CEF e BB de todas as idades.
  • 14/08 a 29/09 – todos os demais beneficiados.

Cotistas com mais de 60 anos podem sacar em qualquer data, menos na suspensão de julho.

Como sacar o PIS-Pasep

A CEF atenderá beneficiários que contribuíram a partir do setor privado e o BB os funcionários públicos. No sites das instituições é possível checar o saldo.

Para consultar no site da CEF são necessários os números do CPF e NIS e a Senha Cidadã. Quem não possui ou não sabe a senha, deve clicar “esqueci a senha” e preencher os dados pedidos. Também é possível fazer o cadastro nas agências do banco. Os saques funcionam da seguinte maneira:

  • Até R$ 1,5 mil: autoatendimento da CEF com a senha Cidadã ou nas lotéricas e Caixa Aqui com Cartão Cidadão, senha e documento de identificação com foto;
  • Até R$ 3 mil: Cartão Cidadão e senha no autoatendimento da CEF, lotéricas e Caixa Aqui, com documento de identificação com foto;
  • Mais de R$ 3 mil: Agências da CEF com documento de identificação com foto.

Funcionários públicos civis ou militares devem acessar o site do Banco do Brasil para saber os documentos necessários, que podem variar de acordo com a categoria. Neste caso,  o saques funcionarão da seguintes maneiras:

  • Até R$ 2,5 mil: correntistas do BB receberão o saldo na conta e os clientes dos demais bancos podem realizar a transferência via TED sem custo nos terminais de autoatendimento ou pela internet;
  • Mais de R$ 2,5 mil: nas agências do BB, com documento de identificação com foto.

Herdeiros

Quem comprovar a condição de herdeiro de um beneficiário também poderá sacar o valor. Para isso, é necessário apresentar documento pessoal, comprovante de inscrição do PIS e o documento que comprove o vínculo com o titular. No BB é necessário  documentos como atestado de óbito ou inventário.

Dica para sacar um valor maior

O Ministério do Planejamento recomendou que os beneficiários esperem até agosto para realizar os saques. Isso porque o saldos são corrigidos todo final de mês de julho com o rendimento obtido no último ano. A estimativa é de um aumento de 8% a 10% no valor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.