casal com olhar de preocupação enquanto mulher mostra carteira vazia

Perigos de usar cheque especial

 

O cheque especial é um crédito muito conveniente para os consumidores bancarizados. Ele está pronto para ser usado, sem precisar passar por uma burocracia, mas tudo tem seu preço.

 

Cheque especial tem preço alto

Apesar da sua vantagem de fácil acesso, o cheque especial é um crédito com a segunda maior taxa de juros do mercado. Segundo a Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças), em outubro de 2015, a sua taxa  atingiu 226,39% ao ano. Isso significa que se você utilizar R$ 1.000,00 do cheque especial, você deverá devolver R$ 3.263,90 após 1 ano.

 

Juros compostos, perigo oculto

Muitos não têm conhecimento dos juros compostos, mas eles afetam bastante a percepção dos consumidores que utilizam cheque especial. O exemplo abaixo mostra como funciona:

Você utilizou R$ 1.000,00 do cheque especial em janeiro. Supondo que a taxa de juros mensal seja 10% ao mês, daqui a um mês, em fevereiro, a sua dívida será de R$ 1.000,00 + R$ 100,00 = R$ 1.100,00

Em março, muitos podem pensar que terá um acréscimo de R$ 100,00, o que deixará a dívida no total de R$ 1.200,00. Infelizmente não é assim que funciona. A sua dívida acrescida em março será R$ 110,00 (10% em relação a dívida de fevereiro). A tabela abaixo mostra a evolução da dívida, que aumenta mensalmente.

 

Tabela de dívida cheque especial

 

Logo, a sua dívida vai aumentando cada vez mais. Por isso, é preciso ficar atento na hora de utilizar o cheque especial, pois a combinação da taxa de juros altos e compostos faz a sua dívida virar uma bola de neve sem controle.

 


empréstimo pessoal


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.