Homem com mãos sobre a face em expressão de desalento

Na hora da contratação de um crédito, seja ele cartão de crédito, cheque especial ou empréstimo pessoal, muitos procuram saber qual é a taxa de juros para julgar se é um bom crédito ou não. Porém, após a contratação, na hora de pagar a conta, você percebe que a taxa final cobrada é diferente da taxa de juros informada pelos bancos no início da contratação do crédito. Será que os bancos não falaram a verdade e te enganaram?

“Não era taxa de juros. Era CET”

Muitos fazem conta simples: Se eu tomar R$1.000,00 de crédito do banco hoje, considerando a taxa de juros mensal 5%, no próximo mês devo devolver ao total R$1.050,00. Não é bem assim que funciona. Há outros custos envolvidos neste seu crédito além da taxa de juros, tais como:

  • IOF (Imposto sobre Operação Financeira): É um imposto que incide sobre operações de crédito, de câmbio e seguro ou relativas a títulos financeiros.
  • Tarifas e encargos: A instituição financeira que realiza a operação de crédito (bancos neste caso) podem ou não cobrar tarifas e encargos em cima da transação de crédito. Isso varia de instituição para instituição. Para saber mais se eles cobram ou não, é necessário verificar diretamente com a instituição onde deseja obter crédito.

O que você pensa que é taxa de juros, na verdade, é o que o mercado de crédito chama de CET. Mas o que é CET?

CET (Custo Efetivo Total) é uma taxa percentual que engloba todos os custos de uma operação de crédito. Simplificando, veja a fórmula abaixo que o representa:

CET = taxa de juros + IOF + tarifas e encargos

As pessoas podem se sentir enganadas porque não conhecem o envolvimento do imposto, tarifas e encargos na operação. É preciso ficar muito atento ao CET, já que ele é a taxa final que você vai usar para calcular o valor da dívida total.

Já sabe qual é a taxa média de juros do seu banco? Confira as taxas médias de juros atualizadas do:

6 comentários

  1. Boa tarde, tenho uma divida na CAIXA, mas vejo que a taxa de juros é muito alta e, assim tem possibilidade de negociação;
    o meu imovel está como garantia. No mais antecipo meus agradecimento e aguardo ansioso pelo retorno deste.

    1. Adalmir,
      O ideal é que você tenha um bom histórico financeiro, o que influenciará na análise do seu pedido, além disso indicamos que o valor solicitado seja compatível com a sua renda, pois este critério é analisado durante a sua solicitação.

      Veja como é simples: acesse, http://www.lendico.com.br e, já na página inicial, faça uma simulação sem compromisso inserindo a quantia que gostaria de tomar (R$ 3.000,00 por exemplo), e em quanto tempo gostaria de quitar as parcelas (12, 18 ou 24 meses). Gostou da simulação? Então preencha o formulário e mande a sua proposta para nossa avaliação! Quaisquer dúvidas, estamos à disposição 🙂

  2. Prezado Blogueiro,

    Faltou abordar a questão principal, a verdadeira espinha dorsal, dos questionamentos judiciais, ou seja se a mesma taxa nominal de juros é capitalizada anualmente, mensalmente ou diariamente, muitas vezes informação camuflada na relação de taxa de juros mensais X anual (vide: Sumula 541 do STJ) que leva muitos consumidores ao alto grau de endividamento sem conhecimento. Eduardo Terovydes Junior – Perito Judicial Contabil

    1. Olá Eduardo!

      Agradecemos pelo seu comentário.

      De fato, há instituições financeiras que não apresentam as taxas de forma clara, simples e transparente. A taxa nominal de juros normalmente são apresentados mensalmente aos consumidores, porém é necessário ficarem atentos e também em relação à leitura do contrato. A questão dos juros serem compostos também é outro fator que leva ao alto grau de endividamento sem conhecimento.

      Obrigado!

    1. Olá Sirlene!
      O cálculo do CET, ou seja, a taxa final, apesar de variar de instituição para instituição, todos seguem o mesmo modelo de cálculo assim como foi apresentado no artigo.
      Caso tenha dúvidas sobre CET, você pode entrar em contato com o seu banco diretamente para pedir informações sobre o seu CET.
      Se você tem dúvidas sobre o CET da Lendico, pode entrar em contato com o nosso Central de Atendimento: atendimento@lendico.com.br
      Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.