mãos femininas digitando número de cartão de crédito em tablet

Até o vencimento da fatura de um cartão de crédito é possível pagar qualquer valor abaixo do total, desde que ele esteja acima do mínimo estipulado pela operadora. Toda diferença entre o pago e o total entra automaticamente como um tipo de empréstimo, o chamado crédito rotativo. Ele é chamado assim porque o valor remanescente será cobrado na próxima fatura com juros, e novos juros vão incidir cada mês até o valor total ser pago.

Por isso essa modalidade de crédito rotativo é perigosa, além de poder se tornar facilmente uma bola de neve, os juros desse crédito são um dos mais caros do mercado. Antes de não pagar o valor total da sua fatura, avalie outras possibilidades como parcelar a fatura ou crédito pessoal

Opções mais baratas que crédito rotativo

Existem muitas opções de crédito no mercado e elas variam de acordo com o perfil do consumidor e suas possibilidades. Por exemplo, funcionários públicos conseguem com facilidade crédito consignado. Já quem tem em seu nome um imóvel ou um automóvel pode optar pelo crédito com garantia.

Nós explicamos abaixo as principais modalidades de empréstimo existentes no mercado. Confira!

Diferentes formas de crédito

Se você ficou com dúvidas de quanto pagaria de juros utilizando essa modalidade de crédito rotativo e quer ajuda para comparar, o Banco Central disponibiliza uma calculadora para ajudar.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.