Hipotecar a casa em troca de um renda vitálicia. Esse é a proposta que vem sendo estudada pelo Governo Federal, a chamada hipoteca reversa. Veja como funciona, as vantagens e as principais dúvidas.

Um idoso hipoteca um imóvel quitado e em troca recebe uma renda vitalícia. Após a morte, a dívida é quitada com o valor do bem e, se sobrar dinheiro, fica com os herdeiros. É assim que funciona a hipoteca reversa.

Esse tipo de crédito é comum na Austrália, Estados Unidos e Reino Unido e está em estudo dentro do Governo Federal. No modelo norte-americano, pessoas a partir dos 62 anos podem aderir e o método se expandiu após a crise econômica de 2008.

No Brasil há um projeto de lei no Senado que estabelece a idade mínima de 60 anos para o financiamento. E também uma enquete sobre o tema.

O Governo Federal ainda não anunciou formatos, mas com base nas experiências internacionais listamos as principais dúvidas sobre a hipoteca reversa:

Dúvidas sobre hipoteca reversa

  • Como é definido o valor a ser recebido?

O valor é definido depois da avaliação do banco. Leve em consideração que além dos juros, há a valorização do imóvel, juros e o tempo até o recebimento do imóvel no cálculo.

  • Valor total ou parcelado?

Isso fica de acordo com o cliente. Mas, em geral, o parcelamento é mais usado.

  • Se meu cônjuge morrer, o banco toma o imóvel?

Não. Para casais os contrato são feitos no nome dos dois e a hipoteca somente ocorre após o falecimento de ambos.

  • Herdeiros podem manter o imóvel?

Sim. Eles têm prioridade para escolher pagar o valor devido ao banco e permanecer com o imóvel.

  • E se eu não receber todo o valor e falecer antes?

Neste caso, o banco cobra correspondente ao valor emprestado, ficando por conta dos herdeiros a escolha entre vender o imóvel, pagar a parte devida ao banco e ficar com o resto ou quitar a dívida e permanecer com o imóvel.

  • E se o valor da venda for maior que o valor devido?

Neste caso a diferença pertence aos herdeiros.

  • Posso trocar o imóvel em vida?

Sim. Neste caso a dívida é quitada e uma nova feita com o novo imóvel.

  • Posso vender o imóvel?

Sim, mas você deve quitar a dívida com o banco antes.

Prós e contras

Quem defende o projeto diz que é uma forma de combater a desvalorização das aposentadorias, dando aos idosos uma fonte financeira estável e segura que pode ser usado para lazer ou no pagamento de dívidas caras da terceira idade, como planos de saúde ou medicamentos.

Mas há também críticas. Principalmente em relação ao valor dos imóveis e o que pode acontecer com idosos mais pobres, que poderiam ser explorados por familiares, por exemplo. Outro ponto é a diferença entre os juros cobrados pelo banco na compra comum do imóvel e o que se recebe com a hipoteca reversa.

E há dúvidas sobre os impostos, sobre a avaliação de expectativa de vida, entre outras.

E você? O que acha da ideia? Deixe a sua opinião nos comentários.

21 comentários

  1. Creio que esta modalidade, neste momento, vem apena à completar o plano de retiradas dos direitos, onde o governo atual busca formas para se isentar totalmente de qualquer compromisso com a população idosa, que contribuiu aproximadamente 50% de seus ganhos anuais em pagamentos de impostos cumulada as contribuições previdenciárias mensais., cujos valores não são revertidos à população, que se quiser boas rodovias devem pagar em duplicidade e criaram os pedágios, se quiser boas escolas devem pagar em duplicidade e criaram as escolas particulares, se quiser atendimento para saúde devem pagar em duplicidade e criaram os convênios particulares e assim por diante. E desta forma, se quiser aposentadoria também deverá pagar em duplicidade se desfazendo de seus bens, entregando-os aos bancos.

    1. Concordo com você J. Zildo Ramos.
      Vamos primeiro conhecer o projeto e se houver duvidas, vamos tirando, até chegar ao denominador comum. O que não dá, é antes de conhecer o projeto, já antecipar com criticas DESTRUTIVAS.

    1. Olá, Zildo. Nosso texto foi com base nas experiências internacionais e as regras mudam de acordo com cada país. Ainda não sabemos como será o modelo se o Governo vier a apresentar um.

  2. Acho que é mais uma armadilha medíocre de um segundo PAULO GUEDES, para arrasar de vez com os IDOSOS brasileiros. Infelizmente o BRASIL virou uma nação de LARÁPIOS.

    1. Mas que maneira curta de ver as coisas deixe a ideologia de lado um pouco.
      Isto existe em vários países desenvolvidos.
      E pode ser uma solução para muitos pois você recebe um valor mensal e continua morando no imóvel até morrer
      Ideia que deve ser aprofundada

  3. Não faço isso nunca e nem recomendo pra alguemfazer. Porque com esses políticos la que nos temos eles viam e acabar de matar o idoso pra ficar com a propriedade do mesmo . falo com clareza e quem não gostou vem falar comigo seus troxas babaca brasileiro

  4. Hipoteca reversa é a única maneira de alguém desfrutar do próprio patrimônio em seu benefício. Não existe alternativa melhor. A morte encerra o contrato. Ter algum dinheiro a mais para não ficar dependendo de parentes e serviços públicos precários seria uma beleza. Seria a libertação dos idosos. Do jeito que estamos vivendo atualmente, o idoso vive mal assessorado ou amparado pelos familiares, mesmo sendo proprietário de bens imóveis, que, desgraçadamente, só servem para alimentar a cobiça de futuros herdeiros. Pretender gastar até o último centavo que possui deveria ser o sonho de todo velho inteligente. Simples assim!!!!!!!!!!

    1. ACHO OTIMO!! ESTOU ANSIOSA POR ESSA OPORTUNIDADE TENHO DESPESAS NO VALOR DE 4,500 E SO GANHO DE PENSÃO DE VIUVA, 1396,00. TENHO 75 E PRECISO TRABALHAR PARA PODER COMPLETAR, E ESTÁ MUITO DIFICIL. JA PENSEI ATÉ EM (MORRER)

  5. Penso que será uma alternativa para os que já tem o imóvel quitado e precisam de um valor que não dispõe ou para complementar renda, mas deverá ser de caso pensado e em caso de necessidade. Muitos serão influenciados pelos familiares como acontece com os emprestimos consignados e terão que pagar por isso. Mas se um jovem adquiriu um imóvel aos 30 anos, pagou por 30 anos e completou os 60 para fazer esse tipo de hipoteca e ele receber o valor até os 90 anos, dependendo do contrato ele receberá o valor de volta corrigido, isso num mundo perfeito!

  6. A HIPOTECA REVERSA É UM NEGÓCIO COMO QUALQUER OUTRO. HÁ PESSOAS QUE HIPOTECAM SEU IMÓVEL A AGIOTAS. O ESTADO(POLÍTICOS) É QUE TEM QUE PARAR DE SE METER NA VIDA DO CONTRIBUINTE E DEIXAR DE TRATÁ-LO COMO SE FOSSE UMA CRIANCINHA DESPROTEGIDA.
    SOU A FAVOR DA HIPOTECA REVERSA PORQUE NÃO TENHO O RANÇO DE SOCIALISTA E PORQUE GOSTO DE SER DONO DO MEU PRÓPRIO NARIZ!

  7. Qualquer nova ideia e lá vem a critica ideológica. Ninguém vai ser obrigado a entregar seu imóvel para o banco. É uma ótima opção para aumentar a renda e ter uma velhice mais digna.

  8. Gostaria de ter uma base, tipo, um imóvel no valor de 300.000,,00…uma pessoa com 70 anos de idade…qual o valor que essa pessoa receberia por mês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.