mulher sentada em cadeira em aeroporto com pernas sobre uma mala e falando ao telefone

Férias. Aquele período do ano muito esperado e muito planejado, não é mesmo? Mas nem sempre as coisas saem como esperamos. Por descontrole ou por que um imprevisto aconteceu, a fatura do cartão depois acaba ficando muito mais alta do que deveria.

Por que gastamos demais nas férias?

Não é incomum que a pessoa que está de férias esqueça que a após aquele período de descanso terá de arcar com os gastos que acumulou. Para evitar que isso aconteça é muito importante que não se tenha como padrão de felicidade apenas o seu período de férias. É importante não considerar as férias como um período em que se quer aproveitar tudo aquilo que não se faz no restante do ano.

É claro que é importante aproveitar o período e descansar, e com planejamento é possível até mesmo se permitir alguns gastos, mas gastar demais nas férias significa ter problemas financeiros ao voltar, e assim ninguém relaxa, não é mesmo? Nos Estados Unidos, por exemplo, 74% dos americanos dizem que contraíram dívidas superiores a USD$ 1,1 mil na volta das férias, de acordo com um levantamento feito pela Learnvest.

Além disso, há pesquisas que mostram que o valor nominal da moeda afeta a maneira como as pessoas percebem seu valor real. Ou seja, se você viaja para um destino cujo valor da moeda é uma fração da moeda do seu país de origem, há mais chances de você gastar demais. Por isso, nas viagens internacionais é ainda mais importante manter o controle dos seus gastos, e sempre considerar que além da variação cambial, há a cobrança do IOF.

Para planejar suas férias

A gente elaborou uma planilha gratuita para você planejar as suas férias sem imprevistos. Gastos de transporte, hospedagem, documentos, alimentação e tudo o que você precisa. Você terá noção do quanto precisa juntar para relaxar sem imprevistos. Faça o download!

Como não gastar demais nas férias?

Além de pensar no budget que você tem para as férias, ou seja, para fazer atividades fora do seu cotidiano, é preciso viver cada dia daquele período como um dia normal de vida. Além disso, é fundamental ler e tomar conhecimento do custo de vida do local que está visitando e entender a moeda, caso não seja a mesma de seu local de origem.

Busque saber preços de comidas, bebidas, transporte e de atrações que deseja aproveitar. Com base nesta pesquisa será que você conseguirá definir um budget diário real. Evite também fazer grandes parcelamentos durante a viagem, pois pode perder o controle dos gastos.

Já gastei demais, e agora?

Se você passou do limite e gastou demais nas férias, é preciso entender quais são suas alternativas. Se possui dinheiro guardado, é possível que seja a hora de usá-lo para não pagar altos juros. Mas busque sempre se comprometer a pagar para você mesmo aquilo que está gastando.

Se não tem reservas, fuja do pagamento do rotativo do cartão e do cheque especial. Estes créditos são caros e a dívida acaba se tornando muito maior. Existem empréstimos que têm taxas mais baixas e que podem ajudá-lo a resolver a situação pagando muito menos. Pesquise sempre antes de tomar decisões.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.