Mão feminina segurando uma caneta prestes a escrever em um caderno. Uma pilha de livros ao fundo

Neste mês de outubro, a Lendico fez uma pesquisa com aproximadamente 15 mil pessoas e constatou que 20% dos respondentes acreditam que precisarão de um empréstimo para educação para investir nos estudos no próximo ano. Este número vem acompanhado da preocupação de como lidar com as dívidas em 2018.

Empréstimo para educação

A troca de dívida ainda segue sendo um dos maiores motivos para as pessoas buscarem empréstimo, mas em 2018 muita gente já não sabe como irá pagar os investimentos em educação no próximo ano. Entre os respondentes da pesquisa feita pela Lendico, 80% disseram que terão gastos com estudos no próximo ano. Metade deles afirmam que o investimento será na educação de um dependente, enquanto o restante afirma que investirão na própria formação.

Cerca de 61% dos respondentes ainda não sabem como irão pagar estes investimentos. Já outros 39% afirmam que o custo já foi planejado para o orçamento familiar de 2018.

Entre aqueles que responderam à pesquisa, 76% já dizem que o gasto será superior ao que investiram em 2017 e 9% afirmam que gastarão menos em 2018 do que neste ano.

Planejando o orçamento para estudar

Se você pretende começar um curso no próximo ano, já é hora de colocar isso em seu planejamento financeiro de 2018. Para entender como viabilizar isso, considere todos os custos deste investimento: curso, transporte, material escolar, livros, etc.

Coloque tudo isso em sua planilha financeira e divida os custos pelos meses correspondentes. Se, por exemplo, apenas um mês for ficar mais apertado, é possível optar por tomar um empréstimo para parcelar aquele custo, e assim não cair no cheque especial.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.