notas de cinquenta, vinte, dez e dois reais sobre mesa ao lado de calculadora e caneta

Já estamos em 2017 e os boletos das contas de início de ano já chegaram, não é mesmo? Provavelmente você já tem em mãos boletos e cobranças de IPTU, IPVA, lista de materiais escolares e muito mais. Você está vendo o montante e não sabe se vai dar para pagar e é possível que a dúvida agora seja: é hora de pedir um empréstimo?

Como pagar contas de início de ano?

Muita calma nessa hora! Cuidado para não tomar atitudes precipitadas. Se você tem muitas contas de início de ano para pagar e não se preparou para isso fazendo reservas, o primeiro passo é entender exatamente quanto deve.

Faça uma planilha com todos os seus custos normais e em seguida adicione estas contas de início de ano (IPTU, IPVA, materiais escolares, etc). Inicialmente coloque os valores à vista e veja qual sua possibilidade de aproveitar descontos existentes.

Caso perceba que não há a possibilidade de pagar estas contas à vista, edite a planilha colocando os valores destas contas com o número máximo de parcelas. Distribua entre os meses, sempre tendo o cuidado de anotar todos os seus gastos e fazer estimativas reais. Verifique então se a diferença entre a sua renda e os débitos é maior que zero.

Lembre-se de considerar reservas para emergências e custos reais. Não deixe de fora, por exemplo, custos como supermercado, farmácia, etc. Se não sabe exatamente quanto gasta, pegue um extrato bancário dos últimos meses e veja quanto gastou em cada mês nestes estabelecimentos. Depois faça uma média.

Empréstimo

Se com o pagamento destas contas seu saldo for ficar negativo, é hora de pensar em um empréstimo como alternativa. Pode parecer uma medida extrema para quem nunca tomou crédito, mas o empréstimo pessoal pode livrá-lo de altas taxas de juros.

No cheque especial o valor devido pode crescer de forma muito rápida. Em dezembro os juros desta modalidade de crédito estavam em 314,51% ao ano, enquanto em dezembro de 2015 eram de 240,88% a.a.

Agora, se pensou em usar o cartão de crédito como plano B, tenha ainda mais cuidado. As taxas de juros do rotativo do cartão em dezembro chegaram a 453,74% ao ano.

No caso do empréstimo pessoal da Lendico, o CET (Custo Efetivo Total) anual varia de 43,70% a 99,52%. Esta variação ocorre devido à análise de crédito e a opção de parcelamento feita pelo cliente.
empréstimo pessoal

15 comentários

  1. Gostaria de um empréstimo para quitar dívidas que por sinal é pouco alta mais eu ja tentei fazer dois empréstimos e ñ consegui nenhum aí eles pedem pra depositar um valor daí eu vou e deposito e ai falam que no outro dia o dinheiro ta na minha conta a gente fica feliz e nada quando vc pensa que ñ me enviam mensagem de novo pra depositar mais uma quantia que por sinal é mais alto do que o primeiro eu caí duas vezes na mão dessas financeiras e ñ quero cair no terceiro ñ então eu gostaria de conseguir com vcs porque eu estou desesperada sem saber como vou fazer para pagar as minhas dívidas será que consigo com vcs? Olha eu tenho tenho IPVA de carro e moto pra pagar será que posso fazer com vcs esse empréstimo?

    1. Daniela, tudo bem? Na Lendico não temos a prática de solicitação de depósito antecipado para liberação de empréstimo. Aqui você faz o pedido pelo site e se for pré-aprovada envia a documentação para dar sequência no processo de contratação. Já fez o cadastro em nosso site?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.