Casal em escada em casa em reforma

Planejar uma reforma com certeza não é uma tarefa tão simples e quando você quer fazer isso com controle financeiro para não cair nas dívidas, pode ser ainda mais difícil. Para lhe ajudar a fazer uma reforma sem se endividar, nós separamos dicas muito importantes. Vamos conferir?

Passo 1: Como planejar a obra/reforma

Não dá para saber se uma reforma cabe  em seu bolso sem saber quanto custa a obra, não é mesmo? Para isso é preciso colocar no papel todos os custos que envolvem a obra.

Para começar, defina qual será o ambiente que será reformado e liste todos os itens que lembrar: arquiteto/designer de interiores; materiais de construção; pedreiro; pintor; etc. Aliás, para facilitar sua vida e te ajudar a descobrir todos os custos que envolvem sua obra, criamos uma Planilha de Planejamento de Reforma. O download é gratuito!

Passo 2: Não compre nada!

Antes de ter tudo definido e realmente ter data para começar a obra, não cobre nada. É normal ver uma promoção e querer já aproveitar, mas a verdade é que o barato pode sair caro se houver desperdício.

Passo 3: Faça orçamentos

Tento em mãos uma ideia do que vai precisar, comece a cotar os valores estimados de cada coisa. O arquiteto ou designer de interiores poderá ajudá-lo a economizar dinheiro e a entender o que precisa, mas se estiver na fase de apenas pesquisar para ter uma estimativa, pode fazer a pesquisa por conta própria.

Se for buscar por conta própria, terá apenas estimativas de valores, mas elas podem ser valiosas para decidir se é hora de fazer uma reforma ou se precisará esperar mais.

Agora, se você já está se planejando há um tempo, só precisa colocar o projeto no papel, o designer de interiores poderá lhe ajudar muito neste momento da concepção da reforma.  Ele poderá ajudar a entender o que você precisa e planejar um espaço que realmente te atenda. Além disso, conhece materiais e soluções que podem se adequar melhor à obra. Por fim, ele também fará você ganhar muito tempo e evitará desperdícios.

Passo 4: Divida sua reforma em etapas

Mesmo que você decida reformar todo o seu imóvel, cada parte de uma reforma acontece em um determinado momento. Dividir o projeto em etapas irá ajudá-lo a entender quando acontece cada custo da obra e o que precisa planejar. Além disso, faz com que enxergue o andamento da obra.

Passo 5: Encontre um espaço em seu orçamento

Depois de terminar de orçar você terá em mãos o valor total estimado da sua obra. É importante então enxergar quais são as condições de pagamento que consegue em cada item e avaliar se o comprometimento de renda com a obra não prejudicará sua saúde financeira.

Faça uma análise de sua vida financeira e coloque os valores da reforma em seu planejamento para descobrir se realmente tem condições de arcar aquilo.

Uma boa opção, depois de ter planejado tudo e ter ciência dos custos é fazer um empréstimo para a reforma. Mas só faça isso depois de ter certeza do valor total estimado da obra com a ajuda de um profissional. O empréstimo poderá ajudá-lo a pagar serviços e compras de materiais à vista, ganhando descontos e não deixando dívidas em aberto. Além disso, assim você terá uma consolidação do valor da obra em uma única parcela mensal.

Passo 6: Esteja pronto para imprevistos

Lembre-se, obras sempre podem ter imprevistos. Ao calcular quanto custa a reforma que deseja fazer, deixe guardado um percentual deste valor para possíveis urgências que possam aparecer no decorrer da obra. Isso evitará dores de cabeça e endividamento.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.