Como viajar na crise

Hoje em dia, viajar se tornou um prejuízo para muitas pessoas, e por isso aquela tradição de viagem de fim de ano tem que ser adiada. De fato, em tempos de crise, infelizmente viajar não é mais uma prioridade e sim um luxo. O que as pessoas não sabem é que, com um bom planejamento, fazer uma viagem incrível e que caiba no seu bolso é possível, sim! Veja algumas das medidas que podem ser tomadas para essa viagem se tornar acessível:

Viagem nacional

Prefira as viagens nacionais. A crise também atingiu outros países e o dólar está mais em alta do que nunca. Por isso, em uma viagem para o exterior, seu gasto seria aproximadamente 4 vezes maior fazendo as mesmas coisas que faria em destinos nacionais.

Empréstimo online

Se você não quer deixar de fazer aquela viagem essencial para desestressar e percebeu que pode ser arriscado gastar suas economias, também existe uma solução para isso. A Lendico oferece empréstimos online para não te deixar apertado neste começo de ano, sendo bem mais em conta e mais prático comparado ao empréstimo no próprio banco, que além de oferecer taxas mais altas, o cliente passar por filas quilométricas para ser atendido ainda mais nessa época do ano.

Vá de ônibus

Como já foi dito, nos dias atuais o custo para viagens internacionais é absurdo e o meio de transporte em território nacional que se mostrou mais em conta foi o ônibus. Por exemplo, uma viagem de São Paulo para o Rio de Janeiro pode custar 90 reais de ônibus, enquanto que pelo avião custa em média 200 reais, o que é mais que o dobro. Além disso, uma passagem de avião em datas comemorativas pode ser alterada, sendo que a de ônibus o custo é fixo.

Aproveite as promoções

Em fim de ano as promoções de viagem e turismo estão bombando. Por exemplo, até o dia 18 de dezembro a ClickBus está com a promoção HoHo Bus, que oferece até 100 reais de desconto nas passagens de ônibus com a data de embarque entre os dias 4 e 20 de janeiro.

Fuja da alta temporada

Escolher viajar na alta temporada pode ser um tanto quanto arriscado. Além do trânsito ser interminável nessas épocas, as rodoviárias ficam um caos, as hospedagens e transportes ficam mais caros. Dessa forma, o mais indicado é fugir das datas mais requisitadas e procurar viajar quando o turistas já estão voltando para suas cidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.