mulher com cara de preocupada segurando cartão de crédito

Usando o seu cartão de crédito bastante? É daqueles que fazem compras menores ou aquelas mensais e recorrentes? Não importa qual seja a frequência de uso, mas você sabe como funciona a taxa de juros do seu cartão de crédito? Ele é aliado ou arqui-inimigo do seu orçamento? Já sabe como ele funciona? E a taxa de juros? A Lendico te explica neste post.

Cartão de crédito funciona como?

Após a solicitação do cartão e análise do seu perfil financeiro, será disponibilizado um limite mensal de crédito. Após o período de 30 dias, você receberá a fatura do seu cartão de crédito, podendo escolher entre o pagamento total ou parcial. Caso pague parcialmente, saiba que essa prática é perigosa se você não tiver disciplina financeira, pois a dívida poderá ficar maior do que você pode conciliar. Esse é o famoso crédito rotativo.

Para contratá-lo é necessário que a pessoa pague qualquer valor entre o mínimo e o total de sua fatura. O valor faltante será automaticamente financiado e lançado no mês seguinte, com juros. Isso significa que se você pagou o mínimo da fatura neste mês, não poderá recorrer ao mínimo no mês seguinte.

O que estou pagando?

Ainda não conhece a Resolução CMN 3.919/2010, do Banco Central? Por meio dela, foi possível estabelecer 5 tarifas de cartão de crédito básico – o cartão que não tem recompensa e/ou programa de fidelidade:

  • Anuidade: cobrada uma vez por ano, as financeiras podem parcelas a quantia ao longo dos 12 meses;
  • Crédito emergencial: e quando o limite do cartão estoura? Sim, há uma cobrança por esse tipo de operação;
  • Fatura mensal: após 30 dias de uso você receberá em casa, ou digitalmente, a fatura mensal do cartão para o pagamento mínimo ou total;
  • Saque pelo cartão: o saque pelo cartão de crédito não tem taxa? Tem sim! E é uma das mais altas!
  • Segunda via: foi furtado, roubado ou simplesmente perdeu? Você poderá pagar uma quantia para conseguir a segunda via.

E como são os juros na fatura?

Digamos que a taxa de juro mensal do seu crédito rotativo é de 12% e o seu limite de crédito é de R$ 800,00. Determinado mês você usa o limite total, de R$ 800,00, contudo, consegue pagar apenas R$ 400,00. Quando o limite total não é restabelecido, ainda há a cobrança de 2% de multa por atraso e 1% de juros de mora.

Logo, na próxima fatura, você não pagará apenas os R$ 400,00 remanescentes. Mas sim R$ 230,00. Por quê?

  • Fatura remanescente: R$ 400,00;
  • Juro do crédito rotativo: R$ 96,00 (12%);
  • Juro por atraso: R$ 16,00 (2%);
  • Juro de mora: R$ 8,00 (1%);
  • Fatura do próximo mês: R$ 520,00.

Como saber a taxa de juros do meu cartão?

Para saber qual a taxa de juros do cartão de crédito da sua instituição existem dois caminhos possíveis. Um deles é verificar diretamente com a administradora do cartão, que muitas vezes é seu próprio banco. Mas se você tiver um cartão Nubank, por exemplo, a informação da taxa de juro do rotativo é encontrada na opção “Minha conta”.

A outra possibilidade, principalmente se ainda está procurando qual o melhor cartão para contratar, é verificar as taxas de operações de crédito informadas no site do Banco Central.

Quando vale a pena parcelar?

Quando fazemos o parcelamento de uma compra usando o cartão de crédito é como se fizéssemos um empréstimo. Se o parcelamento for sem juros, ele pode ser uma boa opção para a antecipação de um sonho ou necessidade, mas quando se tratar de um crédito com juros, é preciso ficar atento.

Se você desejar parcelar uma compra no cartão com juros, deverá olhar qual o Custo Efetivo Total da transação. Isso significa que além de considerar os juros deverá considerar as demais taxas envolvidas na operação.

Vale lembrar ainda que alguns estabelecimentos podem oferecer descontos nas compras à vista. Portanto, é preciso comparar as diversas formas de crédito e verificar se este desconto é maior do que os juros que você pagaria em um empréstimo, por exemplo.

Outras opções

Quem não quer pagar os altos juros do cartão de crédito pode optar por outras linhas de empréstimo com taxas muito menores. O empréstimo pessoal segue sendo uma das melhores opções para quem não consegue pagar a fatura total e não quer ficar inadimplente ou arcar com altas taxas de juros.

8 comentários

  1. quero fazer um empresto vceis manda o cartão de credito com o valor do emprestro de quanto como fonciona mandando um credito de cinco mil agente so paga juro do que usar o outro fica parado se eu usar mil pago juro de mil se usar tudo paga de tudo manda um cartão para min sou aposentado ganho 3.253.69 por mez persiso desto credito aguardo obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.