Para começar é preciso entender que existem diversos tipos de empréstimo disponíveis no mercado. Quando você procura um empréstimo com juros baixos para quitar uma dívida, por exemplo, ou para fazer uma viagem, o empréstimo pessoal acaba se colocando como a melhor condição.

Mas para poder garantir as melhores taxas é fundamental que você tenha um bom histórico de pagamento, não esteja negativado e que tenha condições de pagar o empréstimo que está solicitando. Além disso, deve ter consciência de que a instituição financeira avaliará seu score, sua condição de pagar as parcelas, e se a documentação enviada está dentro das condições necessárias para quem ela te envie uma proposta de empréstimo com juros baixos.

Qual é uma boa taxa de juros (e qual a diferença de CET)

É possível que você tenha visto um determinado banco dizendo que tem taxas a partir de 3%, por exemplo, mas parou para olhar se isso era o CET (Custo Efetivo Total) da operação, ou se se tratava apenas da taxa de juros? Além disso, é preciso saber se a instituição em questão oferece aquela taxa para você, pois pode haver diferenças de acordo com a análise de crédito.

Sendo assim, na hora de descobrir onde estão lhe oferecendo uma boa taxa de juros, é preciso considerar a taxa exata oferecida após sua análise de crédito. Mas calma, você não precisa fazer um pedido em todas as instituições do país para só depois descobrir qual a melhor.

Para comparar as taxas das instituições, é possível utilizar dados oferecidos pelo Banco Central do Brasil. No site do órgão é possível descobrir qual a taxa média oferecida por cada instituição em um determinado período de tempo. Comparando as taxas médias para um mesmo tipo de crédito, é possível fazer um filtro para só então começar a pedir que seja feita sua análise de crédito.

Na hora em que for comparar as ofertas recebidas de cada instituição, veja se estão lhe informando sua taxa de juros ou o CET da operação, que já inclui todas as taxas e encargos da operação. Quando você compara o CET entre as instituições é possível descobrir onde realmente pagará menos pelo crédito. E isso vale tanto para o crédito pessoal quanto para outros financiamentos.

O que faz a taxa de juro / CET variar?

Além da própria política do banco em relação a juros e taxas, o Custo Efetivo Total de um empréstimo pessoal ou mesmo de um financiamento de veículo, por exemplo, varia conforme a análise de crédito do cliente e a opção de pagamento feito.

Por isso, na hora de comparar a taxa oferecida entre duas ou mais instituições, é importante considerar os mesmos dados informados e as mesmas condições de pagamento (valor e número de parcelas).

Onde encontrar a melhor taxa

A melhor oferta de empréstimo para você vai depender do seu perfil de crédito e do tipo de empréstimo que está buscando. O Serasa eCred, por exemplo, é um site que ajuda o consumidor a encontrar diferentes empresas de crédito, baseado no perfil daquele cliente.

A Lendico é uma empresa que oferece empréstimo pessoal não consignado com um dos CETs (Custo Efetivo Total) mais baixos do mercado.

Dicas para obter a melhor taxa de juros 

1. Faça pagamentos em dia

Uma das variáveis mais comuns que as instituições financeiras utilizam para a liberação do crédito é o histórico de pagamento da pessoa. Um histórico de acertos de contas em atraso pode influenciar na avaliação de crédito, fazendo com que a sua taxa de juros aumente.

Assim, se você deseja obter uma boa taxa de juros em qualquer instituição financeira, seja ela um banco, correspondente bancário ou até mesmo os sites de empréstimo pessoal online, é muito importante manter as contas em ordem.

2. Regularize as pendências

Se você possui pendências no órgão regulador de crédito, significa que, por algum motivo, você não regularizou pagamento e possui dívida em alguma empresa. Neste caso, você terá o seu CPF negativado, o que popularmente chamamos de “ter nome sujo”. 

Se você possui nome sujo, dificilmente conseguirá empréstimo nos bancos e, quando consegue, a taxa de juros será bastante elevada (Confira como verificar se está com CPF negativado). A dica é regularizar as suas pendências e depois solicitar empréstimo, para ser aprovado e obter uma boa taxa de juros.

3. Forneça os dados pessoais corretos e atualizados

É essencial que você se identifique com os dados corretos e atualizados. Se as informações não forem verdadeiras ou atualizadas, pode resultar na demora para a liberação do crédito ou até mesmo na negação do seu pedido de empréstimo. Se você espera obter um bom crédito, é necessário que você, como tomador de crédito, também faça a sua parte, fornecendo informações corretas, para que as análises possam ser realizadas sem nenhum problema.

4. Não deixe que as outras pessoas utilizem o seu nome e/ou CPF

“Emprestar nome” é uma prática muito perigosa, pois há grandes riscos de “sujar” o nome. Este termo “nome sujo” também significa ter o seu CPF negativado (ter alguma pendência de pagamento). Lembre-se que ter nome sujo dificulta um empréstimo e também de gera taxas de juros altas. 

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

2 comentários

  1. Preciso de 13.000.00 e gostaria para ter juros mais baixo fazer dando imóvel como garantia. Tenho nome limpo e possuo emprego fixo.salario de 1100.00 mais comissão dando em média de 3.200.00 mensal. Espero ajuda de vocês.

    1. Wadson, a Lendico não trabalha com empréstimo com garantia. Se desejar descobrir sua taxa e limite de empréstimo pessoal na Lendico, deve fazer o pedido diretamente em nosso site. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.