homem e mulher olhando para baixo com ar pensativo

Apesar de 2016 ter começado com expectativas negativas de economistas, aceitar que o ano será perdido é algo que não deve estar nos planos. O cenário econômico desse ano até 2019 é de recuperação do crescimento da economia, com a redução da inflação. Portanto, a Lendico reuniu seis dicas para otimizar a sua relação com a sua renda mensal:

1. Seus objetivos precisam ser compatíveis com a sua renda

Não podemos ser pessimistas em 2016, contudo, quando o otimismo é exagerado, ele pode nos fazer dar um passo maior do que a perna, o que não também não é indicado em um ano em que não há perspectivas econômicas positivas. Por isso, seus objetivos em 2016 precisam ser compatíveis com a sua renda ou rendimentos mensais. Não almeje a aquisição de um carro zero, se você consegue pagar as parcelas de um seminovo.

2. Há uma ligação entre o seu orçamento e os seus sentimentos

Isso é algo que passa despercebido por muitos e as pessoas sempre perdem com isso. Quando adquirir qualquer item, sempre tenha em mente: Qual o grau de importância dele para você? Essa compra é realmente necessária? A ligação emocional do seu orçamento com a sua carteira é muito mais intrínseca do que você imagina; por exemplo, pessoas tendem a comprar mais, impulsivamente, quando estão deprimidas, como uma forma de se recompensarem. Nesse momento, você entra numa armadilha e pode gastar mais do que a sua renda comporta. É preciso ter cautela com esses gastos comemorativos pois, pela empolgação do momento, podemos desembolsar mais do que o orçamento deixará.

3. É mais do que hora de começar a poupar

Você é daqueles que terminar o mês sem dinheiro e aguarda sempre, ansiosamente, pelo último dia útil para receber o pagamento? Afinal, por que guardar 20% do seu salário nesse mês se pode torrar tudo e terá a mesma quantia no próximo? Errado. Se você mantém essa linha de pensamento, está na hora de se reinventar pois, com a atual situação do mercado, não temos certeza como será o amanhã e se ainda teremos aquela fonte de renda. Sem contar que, aqueles que iniciam uma poupança cedo, logo nos primeiros meses de trabalho, possuem mais chances de terem uma poupança gorda quando forem se aposentar.

4. Entenda o porquê de estar economizando

Portanto, é imprescindível que você entenda o porquê de estar economizando, além de ter um objetivo. Seja uma viagem, um curso ou até mesmo a sua aposentadoria. Economizar dinheiro nunca é demais e ter um fundo emergencial, para três meses, é mais importante do que um acessório tecnológico que ficará obsoleto em um ano, não acha?

5. Analise todos os preços

Você fica com vontade de comprar tudo quando a sua loja favorita está em liquidação e tem uma folga no orçamento? É realmente tentador, mas vale a pena lembrar que o desconto é no produto e não na sua conta bancária. No mercado atual, onde a inflação atinge altos índices, é importante ficarmos atentos aos preços nas etiquetas, seja no supermercado, fazendo a compra semanal ou mensal, ou até mesmo em lojas de roupas e acessórios. Garimpando preços, você conseguirá achar ofertas que passam despercebidas quando adquirimos produtos sem a devida pesquisa.

6. Planos para o futuro

A palavra que define a rotina de alguém que possui uma saúde financeira estável é planejamento. Se você ainda não se planejou hoje, saiba que já está atrasado e, pior ainda, perdendo dinheiro em gastos aleatórios e supérfluos. Por isso, a principal dica é: planeje-se, planeje-se e planeje-se. Uma planilha de controle de gastos é um ótimo começo. Com dedicação, você perceberá que, após alguns meses, vai ter mais dinheiro em sua conta do que quando não era organizado.

SOLICITAR MEU EMPRÉSTIMO

11 comentários

  1. Olá bom dia estou precisando de um empréstimo pessoal mas estou negativado sou aponzentado renda mensal 2145euconcigo com você preciso di 5000 obrigado

    1. Acir,
      Neste momento não possuímos um serviço de empréstimo específico para negativados, somente o empréstimo pessoal. Para enviar seu pedido em nosso site é importante que faça a regularização do seu CPF para que isso não influencie na análise da sua solicitação. Temos uma página com informações sobre como regularizar suas pendências: https://www.lendico.com.br/como-regularizar-minhas-pendencias. Agradecemos o seu contato e ficamos à disposição!

  2. Tenho 2 emprestimos na minha folha de pagamento( consignado) e na minha pensão do INSS. Como posso fazer para diminuir essas dívidas. Como é feita essa troca de dívida. Peciso de ajuda.

    1. Francisco, tudo bem?
      Veja como é simples: acesse, https://www.lendico.com.br e, já na página inicial, faça uma simulação sem compromisso inserindo a quantia que gostaria de tomar (R$ 3.000,00 por exemplo), e em quanto tempo gostaria de quitar as parcelas (12, 18 ou 24 meses). Falamos em Custo Efetivo Total (CET), que nada mais que a soma dos juros, IOF e encargos. O CET pode variar de 2,79% a 5,26% ao mês, dependendo da análise de crédito do cliente e da opção de parcelamento. Gostou da simulação? Então preencha o formulário e mande a sua proposta para nossa avaliação! Quaisquer dúvidas, estamos à disposição 🙂

  3. por favor gostaria de saber como é essa troca de dívidas. tenho consignado em banco que recebo o meu salario e a minha , pensão . mais detalhes se for possível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.